ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Decisão dos contratos feitos pela Prefeitura de Areia Branca

17/05/2017 14:09


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Na manhã da última quinta-feira (11), a Prefeitura de Areia Branca foi informada sobre uma liminar concedida pelo Juízo de Direito do Distrito Judiciário de Areia Branca, determinando a suspensão dos contratos temporários firmados pelo poder público municipal. De acordo com as alegações do magistrado, as contratações demonstravam perigo do dano e provável ilegalidade (Processo nº 201773100680).

A Prefeitura de Areia Branca, através de sua assessoria jurídica, apresentou recurso acerca da determinação, uma vez que, apesar da realização de contratação de natureza precária e excepcional, foi expressamente convencionada em Termo de Ajuste de Conduta (TAC) junto com o Ministério Público.

Acatando as razões do Município de Areia Branca, o Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, através do Agravo de Instrumento tombado sob o nº 201700711304, concedeu, em sede de liminar, efeito suspensivo para manter as contratações, concluindo que: “acaso persistente a decisão combatida, o Município careceria de profissionais nas ações e serviços de educação, saúde e assistência social, dentre outros profissionais, prejudicando sobretudo a população, que utiliza e necessita desses serviços públicos.”


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS